Skip to content

Um bufo em cada esquina

Agosto 10, 2017

Era uma vez…

Um homem foi levado pela polícia política da ditadura. Um outro homem pendura, num acto de solidariedade, um quadro em sua casa, dentro da sua sala.

Seguidamente envia uma mensagem ao primeiro homem onde lhe diz que pendurou um quadro dentro de casa, na sua sala, em acção solidária para com ele.

Entretanto esta mensagem é interceptada por dois bufos da polícia política. Estes dois bufos descobrem a morada do homem que pendurou o quadro, entram em sua casa, pela sala adentro e questionam a razão do quadro estar pendurado na sala dentro de casa. O homem responde aos bufos da polícia política que isso não lhes diz respeito e recusas-se a responder. Os bufos não percebem por que não obtêm resposta e ficam furiosos. Como sabemos os bufos devem muito à inteligência, como tal, vão continuar sem perceber e a bufar sempre que interceptarem mensagens contra a ditadura.

Está-lhes no sangue serem bufos.

Fim da história. Continua para bingo que bufos há muitos, seus palermas.

Anúncios
No comments yet

Preencha o vazio:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: