Skip to content

Anti-Parlamento

Junho 27, 2017

Há quem ache que temos deputados a mais. Já eu acho que temos a menos. Por mim tínhamos dois parlamentos. Um para aprovar as leis que o país necessita e outro, digamos anti-Parlamento, para revogar, anular, mandar para o caixote do lixo as leis que são entulho. Este segundo iria ter muito mais trabalho do que o primeiro.

Ao contrário do “discurso taxista” que grita por novas leis ao mínimo acidente, acho que temos leis a mais. São tantas que a maioria nem sabe que existem. Um exemplo:

A propósito do incêndio de Pedrógão, alguns presidentes de câmara da região disseram que não podiam limpar terrenos privados porque corriam o risco de serem processados pelos proprietários. Ora, existe uma lei que o permite, esta situação está prevista na lei. Mas como são tantas ninguém se entende. Há leis para tudo e mais alguma coisa, até para regulamentar os pentelhos do escaravelho.

O tal anti-Parlamento também ficaria responsável por anular todos os contratos que tivessem lá pelo meio a sigla BPN ou SLN (Siresp, hello?), todos os contratos do centrão, (PPP, privatizações…) enfim, muitos, tinham trabalho para as próximas décadas do terceiro milénio.

Nota: este post foi escrito em cima do joelho (grande novidade, eu sei), por isso as hipóteses de revogação são infinitas.

Anúncios
No comments yet

Preencha o vazio:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: