Skip to content

Contra ventos e marés

Março 12, 2017

© MCS

Hoje de manhã, no passeio de bicla, pus em prática a política de Lenine. A nortada estava tão forte que por cada pedalada para a frente andei duas para trás. Como é que cheguei ao destino não sei. Devo ter dado a volta ao mundo ao contrário e cheguei ao ponto de partida. Lembrei-me do livro de Manuel Tiago (aka ABC) “Até amanhã, camaradas” quando ele descreve as viagens de bicicleta-pasteleira pelos caminhos de terra, debaixo de chuva e contra ventos fortes. Aí pensei, se ele conseguiu naquelas condições miseráveis, isto não é nada. O caminho faz-se pedalando.

Anúncios
2 comentários leave one →
  1. Março 13, 2017 11:35

    A par da segunda lei da termodinâmica há uma outra lei que se aplica em quase todo o Universo: quando andas de bike vires para onde virares o vento está sempre de frente.

    Gostar

    • Março 13, 2017 15:53

      Vento de frente é diferente de apanhar vento na cara 😉 Numa descida sabe bem, mas a nortada que apanhei ontem na ida nem a senti quando voltei para casa (sentido sul), acho que quase nem precisei de pedalar, parecia que vinha de mota 🙂
      Vê o vídeo que coloquei em cima e imagina pedalar contra a aquela força da natureza.

      Gostar

Preencha o vazio:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: