Skip to content

Karma is a beach, man!

Agosto 24, 2016
dsc05642

© MCS

Sou de uma terra de praia. Já vi de tudo a acontecer na areia seca e molhada. Gente despida e muito vestida. Vi um pai de fato completo impedir o filho de calções de molhar sequer os pés e passados uns segundos o mesmo pai apenas sem os sapatos, mas ainda de meias e fato completo mergulhar nas ondas. Vi isto repetido dezenas e centenas de vezes. Uma vez mergulhámos todos nus numa praia completamente lotada (éramos pr’aí uns doze ou mais), mas como um dos nossos amigos (cabrão) fugiu com os nossos calções que tinham ficado junto à água, tivemos de correr em pelota praia fora atrás dos calções. No dia seguinte uns inteligentes resolveram imitar-nos, mas foram multados. Os nabos não sabiam que os indígenas têm privilégios. Burros. Teria histórias várias para contar. Eram três meses de praia. Repito, já vi de tudo, freiras, lavradores, padres, excursões de tudo e mais alguma coisa. Até um touro uma vez deu à praia.

Isto para dizer que quem compara freiras na praia (quem diz freiras diz alguém pertencente a uma ordem de qualquer religião) com simples cidadãos cobertos de armadura religiosa não percebe um caralho desta merda.

A Adriana Calcanhoto cantava que não gostava de bom senso, mas é o que mais tem faltado na silly season. Karma is a beach, man.

Quanto à proibição é tão ridícula que nem merece discussão.

2 comentários leave one →
  1. Agosto 24, 2016 21:56

    http://fotos.sapo.pt/zequim/fotos/?uid=QonZwLVIL5Zo50s0GozF
    *roubado ao ” the terrorist”

    Eram 3 meses (férias grandes) Logo que não chovesse as tardes eram passadas atrás do “Aquário” onde a natureza e alguma intervenção humana tinha criado uma poça que a preia-mar se encarregava de encher e onde eu e os amigos em pelota, iniciamos os primeiros movimentos na arte do corpo não ir ao fundo. Começamos com estilo “cão” da qual depois de alguma habituação era difícil sair.🙂

    Aquário – Av Brasil antes do Homem do Leme (julgo haver no local qualquer departamento com ligação ao mar)

    Com +ou- 11 / 12 anos, os rapazes mais afoitos tinham por hábito enrolarem os calções na parte da cintura. Quando aparecia o Cabo do Mar, era ala que se faz tarde. Os calções de banho tinham obrigatoriamente que tapar o umbigo.

    Um imbecil proíbe uma mulher de estar vestida na praia e autoriza outras/os de estarem nus. Puta que pariu as sardinhas🙂

    Liked by 1 person

    • Agosto 25, 2016 15:02

      E por falar em sardinhas, parece que foi uma sardinhada que provocou o último incêndio na Serra da Estrela. Isto ando tudo ligado🙂

      Gostar

Preencha o vazio:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: