Skip to content

Fictionary

Agosto 11, 2016

Fiction Department 1960s

Parece que esta nova geração de escritores “não é assim tão extraordinária“. Bem, há pelo menos uma grande grandessíssima ficcionista aí à solta. Basta que um bom editor esteja atento e pegue nela. Chama-se Clara Viana e, neste momento, escreve excelente ficção no jornal Público. Abram os olhinhos, pá!

2 comentários leave one →
  1. Agosto 11, 2016 22:31

    Minha Clara Amarela, se percebesses mais de contas tinhas finalizado o texto com
    21× 80.500€ é muito papel….

    *as minhas desculpas ao sr administrador pela utilização do veículo🙂

    Gostar

    • Agosto 12, 2016 16:10

      A clarinha amarela não quer saber de contas, anda a trabalhar para a medalha olímpica da Goldman Sachs.

      Gostar

Preencha o vazio:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: