Skip to content

Cravo de Abril

Abril 25, 2016

Largos meses após uma cirurgia que me impediu de andar de bicla, pareceu-me uma boa ideia voltar à estrada no dia da Liberdade. Afinal é isso que sinto quando ando no meio dos campos. Saí de casa a pensar que iria fotografar o primeiro cravo que me aparecesse à frente fosse ele qual fosse. Uns quilómetros depois e nada. Nem um para amostra. Que se lixe, toca a rolar. Duas horas mais tarde páro para beber água e aparece-me uma miúda à frente que me estende um cravo. É para mim? perguntei, obrigado! Enfiei o cravo no bolso e continuei a pedalar. Uns metros depois resolvi tirar uma foto para registar o momento. O sol estava forte, nem consegui ver o que estava a fotografar. Quando cheguei a casa vi o resultado. É isto, sem efeitos, sem photoshop, saiu assim.

© MCS

© MCS

3 comentários leave one →
  1. Abril 26, 2016 22:17

    O cravo sai mais favorecido pelo bom gosto da cor das bermudas a condizer com a bicla. 🙂

    Bela foto

    Gostar

    • Abril 26, 2016 22:41

      Por acaso são verde tropa, a luz é que estava tão forte que queimou tudo menos o cravo de Abril 🙂

      Gostar

Trackbacks

  1. Domingo dia da Mãe e Trabalhador | No Vazio da Onda

Preencha o vazio:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: