Skip to content

Fenomenologia

Novembro 19, 2011

Confesso que me enganei. Quando o Pedro Passos Coelho disse que leu um livro de Sartre que afinal não existe, não dei muita importância ao caso. Alguém que diz que leu Sartre aos 16/17 (?) anos arrisca-se a tropeçar nos cordões desapertados dos sapatos. Para além disso, na altura da entrevista, tratava-se de um pretenso candidato a primeiro-ministro, ou seja, já sabemos o que a casa gasta. Depois do sr. silva ter lido “A Utopia” de Thomas Mann, deixei de perder tempo com esses famosos inquéritos onde os políticos alegam ter grandes conhecimentos literários. Mas afinal o nosso primeiro-ministro é um visionário, há que reconhecer isso. O homem que pretendia governar Portugal, quando atinge o seu objectivo de vida, depara-se com isto: o país é governado pela troika e não por ele, o que lhe provoca problemas existenciais. A “Fenomenologia do Ser” é um livro que ainda vai ser escrito. E isto é ter visão. Será um livro que discorrerá sobre a existência de um primeiro-ministro num país governado por terceiros. Este homem é um verdadeiro fenómeno e um visionário.

[imagem daqui]

[Questão fenomenológica lembrada aqui]

Preencha o vazio:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: